Saiba escolher o roteador Wi-Fi ideal para a sua casa

Saiba escolher o roteador Wi-Fi ideal para a sua casa

Decidir o modelo ideal nem sempre é a tarefa mais fácil

Poucos itens são tão necessários para a vida moderna quanto um roteador – aquele pequeno dispositivo usado para transmitir sua internet banda larga para toda a casa sem fios. Contudo, escolher o modelo ideal nem sempre é a tarefa mais fácil de todas. O mercado está cheio de opções de roteadores, com versões que vão de R$ 90 até quase R$ 900. Fica difícil saber qual é o ideal para cada tipo de usuário se a sua função mais básica, que é reproduzir um sinal Wi-Fi, parece ser a mesma em todos eles.

Há alguns detalhes a que você precisa se atentar antes de comprar um roteador, porém. Um deles é essa estranha numeração, seguida de uma ou mais letras, destacada na embalagem de qualquer modelo: 802.11.

Todo roteador vem com esse número, mas o que importa mesmo é a letra que vem depois dele. Trata-se do protocolo usado pelo roteador para espalhar Wi-Fi ao seu redor. As primeiras gerações usavam o padrão B (identificado pela sequência 802.11b), seguidas pelos padrões G, N e, mais recentemente, pelo AC. Quanto mais moderno o protocolo usado pelo roteador, melhor ele é.

Um roteador 802.11ac, por exemplo, é capaz de oferecer velocidades muito maiores de acesso à internet, manter a conexão estável em mais dispositivos ao mesmo tempo (seu celular, seu notebook e sua Smart TV, por exemplo) e alcançar áreas maiores também. Isso não significa que você pode simplesmente correr até a loja e comprar o roteador mais barato com padrão AC que encontrar.

Não basta que o roteador use o protocolo 802.11ac, é preciso que o seus dispositivos também tenham suporte a esse padrão mais recente. Antes de comprar um desses, portanto, verifique se seu smartphone, sua TV e seu PC estão preparados para essa conexão.

 

Sua internet está muito lenta? TESTE SUA VELOCIDADE arrow_right_alt