Saiba como funciona a tecnologia por trás da TV 4K

Saiba como funciona a tecnologia por trás da TV 4K

Saiba como a tecnologia 4K funciona e qual a diferença entre esse tipo de TV e outros modelos disponíveis no mercado. Além disso, descubra o que você precisa levar em conta na hora de escolher o aparelho.

A tecnologia não para de trazer inovações para diversas áreas da nossa vida. E quando falamos dos aparelhos eletroeletrônicos que compõem a nossa casa, ela parece andar em uma velocidade ainda mais acelerada. Como, por exemplo, a TV 4K que se consolidou no mercado nos últimos anos e ganhou a preferência de muitos consumidores.

Banner canal Reclame

Você pensa em adquirir um aparelho como esse para sua casa? Neste artigo, vamos mostrar como a tecnologia 4K funciona e qual a diferença desse tipo de TV para outros modelos disponíveis no mercado. Além disso, vamos te ensinar o que você precisa levar em conta na hora de escolher o aparelho e te contar se realmente vale a pena adquirir uma TV 4K.

Acompanhe a leitura para descobrir!

O que é a TV 4K?

A TV 4K também é conhecida como Ultra HD ou ultradefinição e isso já diz muito sobre esse equipamento. Trata-se de uma televisão com a qualidade das telas evoluída, graças a um número quatro vezes maior de pixels do que os equipamentos Full HD, por isso o 4K.

Sabe aqueles pontinhos na tela que, juntos, formam a imagem? Isso são os pixels! E quanto maior o número deles na tela de um equipamento eletrônico, menor a sensação de que eles estão lá e mais nítida fica a imagem da tela. 

A imagem, na verdade, vai ser composta de muito mais detalhes, terá cores mais vivas e um nível muito mais alto de contraste e brilho.

Dica: Tablet: descubra qual é o modelo ideal para você

Como funciona a TV 4K?

A TV 4K tem um funcionamento semelhante a outros modelos do equipamento eletrônico, mas com uma qualidade significativamente maior. Isso graças ao maior número de pixels, que garante mais nitidez à imagem e uma sensação quase de imersão para quem está assistindo (semelhante ao que sentimos no cinema, com aquela grande tela de altíssima qualidade na nossa frente).

Para você entender como funciona essa quantidade maior de pixels, pense no seguinte: uma TV Full HD (o modelo mais moderno do mercado antes da chegada do 4K) tem 1920 x 1080 pixels — ou seja, a imagem é formada por 1920 colunas de pixels na vertical e 1080 linhas de pixels na horizontal. A TV 4K tem 3840 x 2160 pixels, ou seja, o dobro de colunas e linhas (2 vezes mais linhas + 2 vezes mais colunas = 4K).

Com mais pixels na tela, é óbvio entender que esses pequenos pontos que formam a imagem são ainda menores e, logo, menos perceptíveis. Na prática, quanto mais pixels, mais nítida e mais detalhada a imagem fica, causando uma sensação ainda melhor em quem assiste.

Qual a diferença entre a TV 4K e os outros modelos?

A principal diferença entre a TV 4K e modelos com outras tecnologias está, de fato, na resolução da tela — ou seja, na quantidade de pixels. Para se ter uma ideia da dimensão dessa diferença, se a gente comparar uma TV Full HD e uma 4K, ambas com 49 polegadas, enquanto a primeira tem pouco mais de dois milhões de pixels, a mais moderna tem mais de oito milhões.

Se a comparação for com uma Smart TV HD comum, a diferença é ainda mais gritante. Esse tipo de aparelho tem resolução de 1280 x 720 pixels, ou seja, cerca de 920 mil pixels — um volume nove vezes menor do que a TV 4K. Vale lembrar, aqui, que a quantidade de pixels está diretamente relacionada à qualidade da imagem.

E, se você está pensando que uma TV 4K deve consumir mais energia por ter uma imagem com resolução melhor, não se preocupe. Na verdade, TVs 4K costumam ter iluminação com uma tecnologia mais avançada e displays mais finos. Tudo isso, combinado, pode fazer com que o aparelho consuma, na verdade, menos energia do que outros tipos de equipamento. E essa é só uma das vantagens da TV 4K. 

Vale destacar que o consumidor deve verificar o consumo da TV antes da aquisição, pois alguns modelos consomem mais do que outros mesmo oferecendo a mesma tecnologia 4K.

Banner

Quais as vantagens de comprar uma TV 4K?

Para te ajudar a entender, de forma definitiva, se vale ou não a pena comprar uma TV 4K, queremos apresentar algumas vantagens desse tipo de equipamento.

Qualidade da imagem

Essa, sem dúvida, é a principal vantagem da TV 4K e o que faz esse equipamento se diferenciar tanto dos outros modelos disponíveis no mercado. Esse tipo de aparelho possui, como dissemos, quatro vezes mais pixels que uma TV Full HD, por exemplo, e isso garante mais definição na imagem exibida. E por mais definição, entenda mais nitidez e detalhes.

Acesso exclusivo a tecnologias

Quando o assunto é televisão, existem tecnologias capazes de aprimorar, ainda mais, a qualidade da imagem exibida. É o caso do HDR e do Dolby Vision, por exemplo, que atuam na melhoria dos níveis de cor, brilho e contraste. 

Atenção e interesse dos fabricantes

O movimento do mercado costuma ser sempre o mesmo: surge uma tecnologia nova, mais moderna, e os fabricantes migram sua atenção e seus esforços para ela. E com a TV não é diferente! Grandes marcas fabricantes desse aparelho eletrônico já estão produzindo aparelhos com tecnologia 8K. Mas devido à pouca quantidade de conteúdo em 8K, a melhor opção ainda é o 4K.

Dica: Projetor: o que é, como funciona e para que serve?

Como escolher a TV 4K ideal?

Quer ir em busca de uma TV 4K para chamar de sua? Confira abaixo nossas dicas do que levar em conta na hora de escolher um modelo.

Preço

O preço, obviamente, deve ser critério para qualquer coisa que você pensa em adquirir. E com as TVs 4K esse número precisa ser observado com ainda mais atenção. Isso porque a tecnologia ainda é cara, o que, naturalmente, reflete no valor final do produto. Você pode acabar achando o mesmo modelo sendo vendido por preços muito diferentes devido a algumas promoções.

Isso não significa que o aparelho não valha a pena. Significa, apenas, que você precisa levar em conta a sua condição financeira para garantir que o preço da nova TV caiba no seu bolso. É importante destacar que outras tecnologias também encarecem o preço do produto, como o HDMI 2.1, maiores frequências de tela, OLED, entre outras.

Conteúdo compatível com a tecnologia

Você já ouviu falar que não adianta ter um aparelho de celular com tecnologia 5G, se o sinal da sua operadora ainda é 4G? A mesma lógica vale para aparelhos de TV! Apesar das TVs em 4K sempre transmitirem a imagem com essa tecnologia, quando o conteúdo reproduzido é em Full HD, por exemplo, a imagem perde um pouco de qualidade. 

A TV aberta, por exemplo, ainda não transmite sua programação em 4K. Serviços de streaming, como Netflix e GloboPlay, já contam em seus catálogos com produtos em 4K — apesar que eles ainda são em um volume mais baixo do que as produções em Full HD, por exemplo. Porém, a tendência é que os conteúdos em 4K aumentem cada vez mais.

Tamanho

Esse é um critério que precisa ser levado em conta na hora de adquirir qualquer tipo de TV. Existem TVs 4K de diversos tamanhos disponíveis, e você precisa levar em conta o espaço dedicado ao aparelho na sua casa (ou no local onde você fará a instalação) antes de tomar uma decisão de compra.

Por mais que a gente sempre deseje o maior aparelho possível, não adianta comprar uma TV de 50 polegadas, se ela não vai caber na sua estante, não é mesmo?

Guia do consumidor

Vale a pena comprar uma TV 4K?

Se você está questionando se vale a pena comprar uma TV 4K, chegou a hora da verdade. E a resposta é sim. Atualmente, muitos conteúdos estão sendo criados em 4K e a tendência é aumentar cada vez mais. Além disso, a TV 4K domina o mercado, com muitas opções e promoções nesse segmento.

Vale ressaltar que o 4K deve chegar na TV aberta em breve e quem for usuário de TVs com essa tecnologia vai poder aproveitar ainda mais os benefícios dela. 

O que fazer se a TV parar de funcionar?

E sempre que falamos de aparelhos eletrônicos, precisamos ter em mente quais são os direitos do consumidor caso o equipamento pare de funcionar ou apresente defeitos. O Código de Defesa do Consumidor prevê diretrizes nesse sentido, às quais precisamos estar sempre atentos.

De maneira geral, o CDC diz, nos artigos 18 e 26, que todo produto de consumo durável (que é o caso das TVs) precisa ter garantia de, pelo menos, 90 dias e que é direito do consumidor solicitar o reparo do produto sem nenhum custo.

Caso o reparo não ocorra em 30 dias, surgem os direitos de exigir a troca do produto por outro similar, assim como o cancelamento e reembolso, caso prefira.

Dessa forma, caso sua TV pare de funcionar ou apresente qualquer sinal de mau funcionamento, sugerimos que entre em contato com a loja por meio da qual você adquiriu o produto ou com o fabricante do seu equipamento e solicite a resolução do problema.

Dica: O que é memória RAM? Saiba para que serve

O que fazer caso haja resistência do fabricante? Conte com a PROTESTE

Se mesmo entrando em contato com o fornecedor dentro do prazo previsto na legislação, houver resistência da parte dele em trocar o produto ou restituir o valor, sugerimos que você acesse o canal Reclame e registre uma reclamação. A proposta da plataforma é facilitar o contato entre usuários e empresas, ampliando a voz do consumidor e dando a ele um espaço para reivindicar seus direitos. Acesse o site ou ligue para 4020-7753.

Vale ressaltar que o canal Reclame tem a credibilidade e conta com a equipe de especialistas da PROTESTE, a maior associação de consumidores da América Latina, que apoia os brasileiros em suas escolhas diárias de compras e contratação de serviços. 

A associação mantém os consumidores informados por meio de seus canais de conteúdo: ConectaJá (tecnologia), MinhaSaúde (saúde e bem-estar) e SeuDireito (direitos do consumidor). Além disso, a PROTESTE também realiza testes comparativos, que ajudam os consumidores a tomarem as melhores decisões de compra. Vale a pena acessar a página para ver qual é a melhor opção de acordo com o custo-benefício. Contar com a opinião de especialistas é fundamental para quem quer acertar na hora de comprar!