O que observar ao escolher uma TV de 50 polegadas? A PROTESTE responde!

O que observar ao escolher uma TV de 50 polegadas? A PROTESTE responde!

Você está pensando em comprar uma TV de 50 polegadas? Confira as dicas para acertar na escolha!

Informação, entretenimento e até mesmo uma forma de se comunicar com o restante do mundo: os aparelhos de televisão têm papel cada vez mais importante na vida das pessoas, ainda mais em tempos de quarentena. Por isso, vale a pena conhecer os equipamentos com melhor custo-benefício do mercado. A PROTESTE testou as TVs de 50 polegadas para ajudar o consumidor a fazer a melhor escolha.

“Para comprar corretamente, o primeiro passo é escolher o tamanho do aparelho. Muitas vezes, o tamanho que o consumidor deseja pode não ser exatamente o que ele precisa. Além de gastar mais dinheiro, comprar uma TV maior do que o necessário pode acarretar problemas de instalação e também na apreciação das imagens. Vale lembrar: quanto maior a tela, maior deve ser a distância entre a TV e o espectador”, lembra Thiago Porto, pesquisador da PROTESTE.

Segundo ele, os modelos de 42 polegadas ou maiores são aconselháveis para salas de estar. Já os menores, de 32 polegadas, são recomendados para quartos pequenos e ambientes menores. Com a instalação em local adequado, Thiago considera que as TVs de 50 polegadas são ótimas opções, especialmente porque, hoje, os preços estão mais atrativos – alguns modelos podem ser encontrados por valores abaixo de R$ 2 mil.Vale lembrar: quanto maior a tela, maior deve ser a distância entre a TV e o espectador.

O que considerar ao comprar uma TV de 50 polegadas?

A PROTESTE testou várias características dos modelos de aparelhos de 50 polegadas disponíveis no mercado. Confira o que você precisa considerar ao escolher a sua!

Tecnologia

Segundo Thiago, hoje a resolução 4K já está mais barata e presente em quase todos os aparelhos do mercado. Agora, as novidades são as funções e o tipo de tela, como a tela OLED e a QLED, que ainda são mais caras. Outras tecnologias acabam agregando valor à TV, como local dimming, HDR, frequência de imagem alta e retroiluminação.

Qualidade de imagem

Conforme o especialista da PROTESTE, essa avaliação responde pelo maior peso da nota dada aos aparelhos testados, uma vez que é o ponto mais valorizado pelos consumidores. Duas características que são importantes são a luminância do branco e do preto, além da possibilidade de enxergar a imagem em diferentes ângulos de visão.

“As pessoas que estão de frente normalmente conseguem ver o melhor que a TV pode oferecer, mas quem está um pouco mais no canto do sofá, por exemplo, sofre com perda de brilho, cor e contraste”, explicou.

Qualidade de som

Outro quesito importante é a qualidade do som. Nesse caso, o consumidor deve avaliar as opções de equalização disponíveis, como modos clássico, pop e drama, para verificar os graves e os agudos.

Função Smart TV

As Smart TVs tomaram conta do mercado nos últimos anos, dada a profusão das plataformas de streaming. Nesse sentido, é importante conferir a facilidade de operar o Smart Menu, bem como a velocidade dessa funcionalidade.

Além da facilidade para uso intuitivo, é importante verificar os manuais do produto, avaliando o tamanho da letra, a qualidade da informação, da imagem, existência do manual físico e em arquivo na televisão.

Conexões

Com tantos dispositivos que hoje podemos conectar às TVs, a quantidade de conexões (entradas HDMI ou USB) é um importante indicador. Com relação às entradas HDMI, os melhores modelos têm quatro entradas. Na quantidade de portas USB, modelos com três ou mais são bem avaliados.

Eficiência energética

O consumidor deve também ficar de olho no consumo de energia dos aparelhos. Para isso, ele pode verificar a presença de uma etiqueta de consumo de energia no produto, com as diferentes classificações. Nesse sentido, é melhor sempre escolher as TVs com classificação A de consumo de energia.

Resultados

A PROTESTE divulgou um teste completo com diversas opções de televisores. A escolha certa foi um aparelho que concentra a maior quantidade de pontos positivos e tem preço de mercado inferior a R$ 2 mil. Associados podem conferir os resultados na edição de junho da revista PROTESTE!

Sua internet está muito lenta? TESTE SUA VELOCIDADE arrow_right_alt