IPhones sem fone e carregador: novidade da Apple causa polêmica

IPhones sem fone e carregador: novidade da Apple causa polêmica

Em outubro, a Apple anunciou que deixaria de comercializar fones e carregadores junto aos seus smartphones; atitude foi considerada incoerente.

Durante evento de lançamento de seus novos smartphones, a gigante Apple anunciou uma novidade que soou bastante estranha aos clientes da marca: os aparelhos passariam a ser comercializados sem fones e carregadores. A justificativa da empresa foi que tais dispositivos acabam se acumulando na casa dos consumidores, contribuindo para o aumento do lixo eletrônico. Além disso, segundo a Apple, os produtos antigos funcionam perfeitamente nos novos aparelhos.

A mudança não vale apenas para os novos smartphones, mas também para os modelos mais antigos; assim, caso o consumidor queira adquirir novos fones e carregador, precisará adquiri-los separadamente. Segundo análise de Thiago Porto, especialista da PROTESTE, o preço do carregador de 20W é R$ 199 e o preço do fone de ouvido com fio é de R$ 219.

A legislação em vigor atualmente não obriga expressamente que os aparelhos eletrônicos sejam vendidos com carregador ou outros acessórios, mas alguns órgãos, como os PROCONs, entendem que esta prática pode ser considerada abusiva

O PROCON de São Paulo e de Santa Catarina, inclusive, notificaram a Apple Brasil para pedir esclarecimentos sobre esta questão, tendo a empresa respondido que “a decisão teve como objetivo ajudar a reduzir a emissão de carbono e o lixo eletrônico”. Até o momento a Apple não foi autuada ou proibida de vender os seus produtos desta forma no Brasil.

Existe risco usar outros carregadores?

No início de dezembro, a Apple esclareceu que os consumidores poderão usar carregadores de outras marcas em seus iPhones sem prejuízo à garantia original de fábrica, desde que os acessórios sejam certificados pela Anatel. Até então, os certificados de garantia dos eletrônicos da empresa apenas informava que não se responsabilizava por “danos causados pelo uso de um componente ou produto de terceiros que não atenda às especificações do Produto Apple”.

Segundo a empresa, existem outros produtos no mercado que são compatíveis com os iPhones, que funcionam com adaptadores de tomada existentes, cabos USB-A ou USB-C com conector Lightning e portas USB-A ou USB-C presentes em computadores. Os aparelhos também podem ser carregados por indução, por meio de acessórios compatíveis com o padrão Qi ou o MagSafe.

Seu produto apresentou problemas e a empresa não resolve? RECLAME AGORA arrow_right_alt