Como escolher o melhor plano de TV por assinatura para sua casa

Como escolher o melhor plano de TV por assinatura para sua casa

Confira algumas dicas para escolher o melhor plano de TV por assinatura para sua casa, garantindo mais economia e benefícios

A concorrência entre as operadoras de TV por assinatura está cada vez maior. São tantas opções diferentes que muitas pessoas ficam confusas sobre qual plano escolher.

Por isso, vamos te dar algumas dicas para escolher o melhor plano de TV por assinatura para sua casa, garantindo mais economia e benefícios.

TV a cabo ou TV por satélite: verifique a tecnologia do serviço

Embora pareça simplesmente uma questão técnica, saber o modelo de transmissão do plano escolhido faz toda a diferença. A tecnologia utilizada pode interferir na qualidade do sinal, dependendo da região onde a TV será instalada.

Entender como cada um funciona é o primeiro passo para escolher o melhor plano de TV para você.

TV a cabo

Muita gente utiliza essa expressão para falar de TV por assinatura, já que é o formato mais popular de transmissão em áreas urbanas.

Essa tecnologia utiliza uma rede de cabos em sua infraestrutura para enviar o sinal, por isso não consegue abranger todas as regiões. Para contratar um plano de TV a cabo, será necessário que a operadora escolhida tenha cabos passando por seu endereço, para que o sinal seja decodificado no seu aparelho.

É por isso que, em alguns casos, algum morador consegue ter acesso à determinada operadora e você não. Tudo depende da rede de cabeamento.

As principais vantagens desse modelo de transmissão são:

  • Oferta de TV e telefone no mesmo cabo, o que possibilita descontos especiais.
  • A transmissão não interrompida por condições climáticas, como ventos ou chuva.

Mas também há desvantagens:

  • Não funciona em todas as localizações, especialmente cidades do interior e áreas rurais.
  • Caso haja alguma falha no sinal, todos os serviços contratados serão interrompidos.
  • Demanda manutenção frequente dos cabos.

TV por satélite

Satélite

Aqui, a transmissão é feita via satélite, demandando que o cliente tenha uma antena em casa para conseguir receber o sinal da programação.

Muitas operadoras fazem a transmissão por satélite, por isso a área de cobertura é bastante ampla – embora possa apresentar falhas durante os programas, por mau tempo.

As principais vantagens da TV por satélite são:

  • Ótima cobertura, mesmo nas áreas mais distantes.
  • Não demanda manutenção, como acontece com a transmissão via cabo.

Já as desvantagens são:

  • Interrupção no sinal diante de chuvas, ventos ou outras alterações climáticas.
  • Precisa de uma boa antena para funcionar e, caso esteja em local com obstáculos como paredes ou mesmo próximo de montanhas, pode ter falhas no sinal.

8 dicas de como escolher melhor plano de TV por assinatura

Agora que você já entendeu a diferença entre os sistemas de transmissão de TV por assinatura, vamos te mostrar 8 dicas de como fazer a melhor escolha para a sua casa.

Então, pegue papel e caneta, anote tudo e decida qual contratar!

1.     Avalie qual modelo de transmissão funciona melhor na sua casa

A qualidade da TV a cabo e da TV por satélite são muito semelhantes, já que ambas possuem canais em alta resolução e estão disponíveis para contratação em diferentes pacotes.

Entretanto, é necessário avaliar qual tipo vai funcionar melhor na sua casa. A TV por satélite tem cobertura nacional, mas sofrem em locais com muita chuva e ventos. A TV a cabo tem estabilidade, mas cobertura menor.

Verifique todas essas questões antes de contratar e evite problemas.

2.     Compare os preços

Compare as ofertas disponíveis na sua região e veja quais planos se encaixam dentro do valor que você está disposto a pagar.

Pesquise as opções disponíveis na sua cidade, sempre levando em consideração os planos que possuem características semelhantes.

Utilizando um comparador de planos de TV, você consegue ver os planos que estão disponíveis na sua residência, apenas informando o CEP. É possível filtrar os resultados por operadora, tipos de plano, ofertas individuais, combos ou planos familiares – e muito mais.

Compare tudo e analise todas as condições contratuais, assim você evita surpresas no futuro.

3.     Avalie as opções de pré-pago e pós-pago

Sabia que, além da opção de TV por assinatura com pagamento mensal, existe um modelo de contratação pré-pago?

Funciona mais ou menos como os celulares pré-pagos: o cliente adquire o aparelho e escolhe o pacote que vai contratar naquele mês, pagando somente por ele. É uma boa opção para quem não assiste TV sempre e não quer ficar preso a contratos de fidelidade.

Um exemplo de plano de TV pré-paga é a Sky Livre. Nesse caso, o usuário pode escolher pacotes com canais diferentes e pode optar por um plano de 15 dias ou de 30 dias.

4.     Veja se os canais que deseja estão incluídos no pacote

Canais

Na febre de grandes produções mundiais, como Game of Thrones, This is Us e The Good Doctor, muitos consumidores assinam TV paga com o objetivo de assistir programas exclusivos. Porém, é preciso ficar atento porque nem todo plano oferece os canais desejados.

Canais como HBO, Telecine e Combate não fazem parte dos pacotes básicos e devem ser contratados à parte. O mesmo acontece com os pacotes de futebol.

5.     Planeje quantos pontos serão necessários

Quantas TVs você tem em casa? Apenas um ponto será suficiente para toda a família ou cada um assiste a um programa diferente no próprio quarto?

Geralmente, as operadoras oferecem pacotes com dois ou mais pontos – com valores promocionais – para que as famílias não precisem enfrentar uma verdadeira guerra na hora de escolher qual canal assistir.

O número de pontos influencia diretamente o custo final do pacote e é um item muito relevante na definição do orçamento.

6.     Consulte benefícios adicionais

Além dos canais em si, verifique se a operadora oferece benefícios adicionais, como canais extra em alta resolução, pontos adicionais dentro do pacote, qual programação está disponível em cada ponto e se há serviço de streaming para assistir os programas em dispositivos móveis.

Os serviços de streaming estão em alta, como Netflix e o YouTube TV, e você não vai querer perder as séries do momento, certo?

Tudo isso gera valor agregado ao serviço e deve ser considerado no processo de avaliação. Assim, você saberá como escolher o melhor plano de TV por assinatura para sua casa, pagando um valor mais interessante e com mais vantagens.

7.     Pense sobre a contratação de combos

Os combos são uma boa pedida para quem precisa de dois ou mais serviços de telecomunicação e quer economizar.

Ao contratar um combo, o valor individual dos serviços fica mais barato, sendo uma opção bastante vantajosa.

Assim, você pode contratar TV e telefone fixo ou TV e internet. Alguns planos também oferecem telefonia celular em seus pacotes.

Mas lembre-se que o combo só vale à pena se você realmente precisar de todos os serviços incluídos. Caso contrário, será apenas gasto desnecessário.

8.     Verifique se há reclamações sobre a empresa na sua região

Por fim, avalie se a operadora que você considera contratar presta um bom serviço na sua região.

Todos os anos, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) faz uma pesquisa de satisfação com o consumidor, avaliando a qualidade dos serviços prestados em todo o país.

Você pode analisar os relatórios da Agência e, ainda, acessar reclamações online em plataformas como o Reclame Aqui.

Também é interessante conversar com os vizinhos que já utilizam os serviços. Eles vão falar com bastante transparência sobre a qualidade da operadora e quais são as falhas recorrentes.

Dica extra: evite a pirataria!

Se o usuário fizer uma busca pela internet, vai encontrar diversos aparelhos que são pagos uma única vez e não possuem qualquer plano ou contrato mensal.

Conhecidos popularmente como “gatos” esses aparelhos furtam o sinal transmitido via satélite para distribuir para usuários que não são clientes de nenhuma operadora.

Ainda não há nenhum artigo na legislação brasileira que tipifique a prática como crime, embora o juiz possa interpretar como tal, com base em diversas leis. Mas já há um projeto para formalizar o crime de roubo de sinal.

Além de poder ser considerado ilegal, o uso de aparelhos irregulares pode gerar muitos problemas, como o roubo de dados pessoais e até financeiros, com extravio de dinheiro.

Veja como proteger seus dados e quais os seus direitos.

Evite situações indesejadas e opte sempre pelo serviço legalizado. Só assim você garante seus direitos e ajuda a aprimorar a qualidade dos serviços de telecomunicação em todo o Brasil.

E então, já sabe qual o melhor plano de TV para você? Conte-nos se ficou alguma dúvida!

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.