Tesouro Direto: saiba como aplicar seu dinheiro pelo celular

Tesouro Direto: saiba como aplicar seu dinheiro pelo celular

Aplicativo criado pelo Tesouro Nacional faz simulações e ajuda quem tem vontade de investir mas não sabe como fazer direito

O Tesouro Direto é um dos investimentos mais recomendados pela maioria dos especialistas em finanças pessoais. E você sabia que dá para fazer esse tipo de operação pelo celular? O Tesouro Nacional tem um aplicativo gratuito para smartphone onde você pode aplicar. No aplicativo do Tesouro Direto, o usuário tem acesso a uma ferramenta que simula aplicações e pode ajudar quem tem vontade de investir nos títulos do governo mas não sabe como fazer direito.

Um dos investimentos mais seguros do mercado, no Tesouro Direto você compra e vende títulos públicos do Governo Federal, com objetivo de angariar recursos para financiar a dívida pública do país. O aplicativo do Tesouro Direto está disponível para iPhone (iOS) e smartphones Android.

Como funciona na prática

Quando uma pessoa investe no Tesouro Direto, ela compra um título e, assim, empresta dinheiro ao Governo Federal. O valor investido é devolvido com juros, numa data pré-estabelecida. Isso significa que esse tipo de investimento , para dar lucro, depende de um determinado período de aplicação.

Veja abaixo um tutorial de 8 passos sobre como usar o aplicativo do Tesouro Direto no smartphone. Lembrando que antes de tudo, é preciso ter uma conta em uma corretora de valores.

1. Baixe o aplicativo do Tesouro Direto

Faça o download do Tesouro Direto e abra o aplicativo. Logo na primeira tela, selecione a opção “Simule seu investimento”. Se você ainda não tiver um montante estipulado para investir, toque na opção “Não sei que título escolher”. Dessa forma, o sistema irá identificar a melhor alternativa de acordo com o seu perfil;

2. Perguntas e simulação

A princípio, o aplicativo irá mostrar duas perguntas: “qual o seu sonho?” e “Em quanto tempo você quer realizar seu sonho?”. De acodo com as respostas que você der, novas perguntas serão feitas. Preencha tudo e, ao fim, clique no botão “Ver resultado”, quando ele estiver habilitado;

3. Recomendações

O aplicativo do Tesouro Direto vai recomendar um ou mais títulos para você. Selecione o ícone amarelo com um “i”, para ler a descrição e saber mais sobre o funcionamento do título em questão. Depois de escolher, toque no botão “Simular”;

4. Forma de investimento

Definido o título, é hora de preencher as informações sobre a forma de investimento. Inicialmente, informe o tipo de simulação que pretende fazer. Para isso, opte por uma das questões: “quanto quer investir hoje” ou “quanto quer resgatar no futuro”.

5. O cálculo

Após o passo 4, preencha os demais campos que aparecerem. Em ambos os tipos de simulação, você deve escolher se quer aplicar o dinheiro de uma vez só ou em parcelas mensais, com o informe dos respectivos valores. Ao final do preenchimento, toque no botão “Calcular”.

O app mostra o resultado em dois gráficos: o primeiro aponta a rentabilidade líquida. Depois, ao deslizar o dedo da direita para a esquerda, você vê o segundo, que traz a evolução do patrimônio bruto.

+Leia também: Corretoras de investimentos apostam no WhatsApp para comunicação

6. Mais detalhes

Mais abaixo na tela, ao deslizar o app, mais botões são disponibilizados. Entre em “Detalhes” para consultar o comparativo detalhado entre todos os títulos, com base nos parâmetros de investimento inseridos no aplicativo.

7. Hora de partir para o investimento

Quando estiver na parte detalhada da simulação, role a tela para consultar os rendimentos em todos os títulos. E confirme se o escolhido é mesmo o melhor para o seu perfil. Feito isso, toque na seta no topo para voltar à tela anterior. E depois pressione o botão “Investir”, caso tenha a intenção de aplicar realmente o dinheiro no título selecionado.

8. Finalizando a operação

A próxima tela será o “Carrinho”. Nela, você irá digitar o valor do investimento inicial e a data da aplicação. Após fazer isso, toque em “Avançar” para fazer login no aplicativo, informando CPF e senha cadastrados no sistema. Importante lembrar: o registro no Tesouro Direto é feito apenas junto a um banco ou corretora. Se você não tiver essas credenciais de login, entre em contato com sua instituição financeira e solicite a senha de acesso.

As informações são do portal TechTudo.

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.