Corretoras de investimentos apostam no WhatsApp para comunicação

Corretoras de investimentos apostam no WhatsApp para comunicação

Empresas enviam boletins diários, informes institucionais e promovem bate-papos com assessores

O WhatsApp é o novo reduto de atendimento ao cliente para empresas de vários segmentos. E se tem um ramo que tem aproveitado muito bem a ferramenta é o das corretoras de investimentos. Além de todo conteúdo que já produziam para redes sociais e para o Youtube, essas empresas têm voltado cada vez mais as atenções para o aplicativo de mensagens instantâneas. Com boletins do mercado financeiro, assessoria de investimentos e alertas de vencimentos de títulos.

As informações são de uma reportagem especial da editoria de Economia & Negócios do jornal O Estado de São Paulo. A publicação ouviu alguns executivos dessas corretoras de investimentos.

“A gente tem de procurar o cliente onde ele está. E a maioria das pessoas está hoje no WhatsApp”, disse Cristiane Belotti, superintendente de marketing da Órama Investimentos, ao Estadão.

Boletins diários e papo com assessores

De acordo com a reportagem, as corretoras enviam em massa boletins com os acontecimentos mais importantes do dia e análises. Além de informativos institucionais. E ainda disponibilizam assessores que conversam diretamente pelo WhatsApp, com dicas para tomadas de decisões e escolhas de produtos financeiros.

“É superágil. Tanto para demandas de clientes quanto para enviar notícias, alteração de cadastro. As pessoas respondem melhor que em outros meios de comunicação”, relatou Bianca Moura, gestora da Terra Investimentos.

Complemento na comunicação das corretoras de investimentos

Para Rafael Giovani, diretor da corretora Necton, a empresa prefere usar redes como o Youtube, uma vez que já conta com um estrutura de produção de conteúdo. Neste caso, o WhatsApp, justamente pela agilidade, funciona como um complemento de comunicação.

“No caso de algum vencimento importante, mandamos para o cliente o vídeo explicativo ou o texto pelo app de mensagens”, disse o diretor da Necton ao Estadão.

Nem todos aderiram ao Whatsapp

O app de mensagens instantâneas, no entanto, não é uma unanimidade entre as corretoras de investimentos. Há quem prefira outras maneiras de conversar com o investidor. Uma delas é a Easynvest, que promove o atendimento aos clientes via chat em sua própria plataforma. E um dos motivos, segundo a reportagem do Estadão, é a segurança.

“Se o cliente tem o celular roubado, alguém pode continuar a conversa no app no lugar do investidor e causar danos ao patrimônio dele. Na nossa plataforma, é preciso entrar com login e senha. WhatsApp, por enquanto, a gente só estuda”, conta Anderson Paiva, gerente de Marketing da Easynvest.

Especialistas indicam cautela no uso do Whatsapp

Segundo o Estadão, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou em nota que a comunicação que envolve indicação de investimentos deve adotar princípios como “lealdade ao cliente, tratamento de conflitos de interesse, full disclosure (divulgação da informação completa), linguagem serena e moderada e equilíbrio entre pontos, tais como riscos e benefícios, independentemente da mídia utilizada pela corretora”. A entidade é responsável por acompanhar e analisar informações e movimentações envolvendo participantes do mercado de capitais no país.

O professor William Eid, coordenador do Centro de Estudos de Finanças da FGV, também ouvido pela reportagem do Estadão, recomendou cautela nesse tipo de contato.

“O investidor tem de saber que, em última análise, está tratando com um vendedor. É preciso avaliar os interesses envolvidos”, disse o professor, que sugere como bom uso das ferramentas digitais a criação de uma cultura de investimentos.

Professor recomenda a busca de informações

De acordo com Eid, é importante buscar informação em plataformas independentes a respeito dos produtos apresentados pelas corretoras.

“O assessor pode ajudar a decidir entre uma opção ou outra, contanto que você saiba o que significa cada uma delas”, finaliza o especialista.

Sabe aqueles momentos que você tem um problema mas não consegue resolver sozinho porque a empresa reclamada não está nem aí? São nesses momentos que a PROTESTE pode intervir e resolver para você! Conte com uma equipe em Defesa dos Consumidores e pare de se estressar!