Anatel lança novas ferramentas de atendimento e transparência

Anatel lança novas ferramentas de atendimento e transparência

Órgão cria novo canal em seu portal e por aplicativo e disponibiliza painéis para consultas de dados sobre o setor de telecomunicações no Brasil

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou recentemente duas ferramentas que visam trazer uma maior transparência do setor. São eles o Anatel Consumidor e os Painéis de Dados. O primeiro deles é o novo canal de atendimento da agência. Já o segundo é uma ferramenta que disponibiliza dados do setor de telecomunicações para a sociedade.

Evolução de sistema

De acordo com o órgão, o Anatel Consumidor chega para substituir o sistema Focus, que passou por um processo de evolução. Na nova ferramenta, que será um canal aberto de atendimento, a agência irá receber reclamações e questionamentos dos consumidores. 

O sistema está disponível tanto no portal da Anatel quanto em formato de aplicativo – disponível gratuitamente na Google Play Store (Android) e na App Store (iOS). Para usufruir do atendimento, é necessário que o consumidor realize um cadastro.

Uma vez feita a reclamação contra uma operadora pelo Anatel Consumidor, o usuário poderá aguardar por um retorno em até 10 dias corridos. Segundo a Anatel, a ferramenta permite que o usuário reabra o chamado e avalie o atendimento. 

Interface mais amigável e compreensível

O presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, destacou o esforço da Agência para empoderar os consumidores. De acordo com o executivo, o aprimoramento da ferramenta que vinha sendo utilizada anteriormente traz agora, para o usuário, uma interface “bem mais amigável e compreensível”. 

Já a superintendente de Relações com Consumidores da Anatel, Elisa Leonel, explicou que o sistema anterior de tratamento de demandas de usuários, o Focus, se encontrava defasado. E que o novo modelo do Anatel Consumidor é inovador. Segundo ela, a Agência recebe, em média, três milhões de reclamações por ano em seus canais de atendimento. 

Call center permanece em funcionamento

Mesmo com a nova ferramenta, a Anatel irá manter em funcionamento o seu call center, por meio dos telefones 1331 e 1332, sendo este último específico para pessoas com deficiência auditiva ou da fala. Segundo Elisa, trata-se de uma medida importante para que pessoas que desconhecem ou têm dificuldade com uso da tecnologia possam ser atendidas normalmente pela Agência.

Transparência de dados

No caso dos Painéis de Dados, o objetivo é buscar uma maior disseminação de dados do setor de telecomunicações. De acordo com a Anatel, a nova ferramenta disponibiliza gráficos, mapas, dados segmentados e planilhas que podem ser úteis para consumidores, empresas, consultorias, órgãos públicos e veículos de imprensa. 

Nos Painéis de Dados, atualmente, há informações sobre sete temas diferentes: acesso, certificação de produtos, consumidor, espectro e órbita, outorga e licenciamento, qualidade e regulamentação. 

“Os dados são o novo petróleo e a Agência dispõe de uma série de informações essenciais para o desenvolvimento e a melhoria da prestação de serviços no País. Consolidamos esses dados numa única plataforma, tornando ainda mais transparente e fácil sua utilização”, disse o chefe da Assessoria Técnica da Anatel, Humberto Pontes.


Anatel como aliada do consumidor

Para Thais Veloso, especialista em Telecomunicações da PROTESTE, acionar a Anatel é uma forma eficaz na solução de problemas, considerando que trata-se de um contato diretamente com a Agência reguladora do setor. 

Para que o consumidor tenha acesso a essas informações, ele precisará realizar um cadastro, que também poderá servir como um guia para definir as estratégias da Anatel junto às empresas de telefonia

Além disso, segundo a especialista, a forma de comunicação entre clientes e prestadores de serviços tem mudado. E esse acompanhamento pelos consumidores “só irá trazer mais clareza e objetividade das informações”.

“Para que o consumidor tenha acesso a essas informações, ele precisará realizar um cadastro, que também poderá servir como um guia para definir as estratégias da Anatel junto às empresas de telefonia. Além disso, o acesso a esses dados dará um pouco mais de visibilidade aos consumidores, além de auxiliá-los em sua tomada de decisão na aquisição de produtos e serviços destas operadoras”, conclui Thais. 

As informações são da Anatel.

Sabe aqueles momentos que você tem um problema, mas não consegue resolver sozinho e não sabe quem procurar pra te ajudar? São nesses momentos que a PROTESTE está ao seu lado e pode resolver para você. Conte com uma equipe em Defesa dos Consumidores e pare de se estressar!