O que muda para o consumidor com o fim do roaming no Mercosul

O que muda para o consumidor com o fim do roaming no Mercosul

Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai fecham acordo que encerra cobrança de tarifas de roaming internacional no Mercosul, entenda

Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai fecharam neste mês de julho um acordo que encerra a cobrança de tarifas de roaming internacional dentro do Mercosul. A assinatura aconteceu em Santa Fé, na Argentina, durante a 54ª Cúpula do Mercosul. O objetivo é que os usuários de serviços de telefonia móvel, tanto em voz quanto em dados, sejam cobrados conforme o plano contratado em seu país de origem, sem encargos adicionais, quando em viagem entre os países do bloco econômico.

O prazo para o fim do roaming internacional no Mercosul, no entanto, ainda não tem prazo para entrar em vigor. O acordo precisa ser votado pelo Congresso Nacional.

Como funciona hoje o roaming internacional

A tarifa de roaming internacional é cobrada quando o cliente utiliza seu plano de celular fora do país de origem. Uma vez fora de seu país de origem, o aparelho precisa se conectar à rede de uma operadora local parceira. Com o novo acordo, os viajantes não terão gastos distintos. E não terão que recorrer à compra de “chips” no exterior para usufruírem dos serviços com um custo razoável.

O acordo feito no Mercosul segue a linha adotada pela União Europeia, que aboliu as tarifas de roaming em 2017.

Impacto nas operadoras brasileiras

O cumprimento do acordo deverá ser mais fácil para a Claro. A empresa pertence ao grupo América Móvil, que possui operadoras em todos os países-membro do Mercosul. E já oferece roaming internacional sem custo nas Américas para os clientes do pós-pago. A Telefónica, dona da Vivo, também atua na Argentina e no Uruguai. Já a TIM e a Oi dependerão de acordos com as operadoras parceiras.

para quem viaja para o Mercosul

Veja como funcionam, atualmente, as tarifas para quem viaja para o Mercosul de acordo com cada operadora:

Claro

  • No pós-pago, a diária de internet custa R$ 29,90 por 50 MB de dados. Ligações para o Brasil custam US$ 3,53. Já uma chamada local ou chamada recebida custam US$ 1,67 por minuto;
  • A Claro também possui o Passaporte Américas, que custa R$ 119,90 por ano (parcelado em 12 vezes) para clientes do pós-pago. Esse pacote está embutido nos planos pós-pagos atuais. E permite usar sua franquia de dados em 18 países da América. Além disso, é possível ligar para qualquer operadora do Brasil e para números locais do país visitado, usando os minutos do plano;
  • No Controle, as chamadas originadas e recebidas custam R$ 3,29 por minuto. O serviço de dados está disponível com a cobrança de R$ 2,99 por megabyte trafegado;
  • Já no pré-pago, as chamadas originadas e recebidas custam R$ 3,39 por minuto. Com cobrança de R$ 2,99 por megabyte trafegado.

Oi

  • Somente os clientes do pós-pago podem utilizar o roaming internacional;
  • A Oi vende um pacote mensal de 500 MB, por R$ 99,90 por dia;
  • E também um pacote diário de 1 GB pelo valor de R$ 189,90;
  • Para ligações, a operadora oferece um pacote com 50 minutos de ligações por R$ 59,90;
  • Caso o cliente opte pela tarifação avulsa, o minuto das chamadas efetuadas ou recebidas custa US$ 1,94.

TIM

  • A diária de internet no pós-pago custa R$ 39,90 e dá direito a 500 MB na América do Sul;
  • É possível contratar um pacote semanal de 3 GB ou 5 GB, pelos valores de R$ 199,50 e R$ 279,30, respectivamente;
  • O pacote mensal com 8 GB custa R$ 598,50;
  • Para chamadas de voz, a tarifa é de R$ 2,49 por minuto originado ou recebido;
  • Já no controle ou pré-pago, a chamada originada e recebida custa R$ 4,49 por minuto;
  • E o serviço de dados está disponível com a cobrança de R$ 33 por megabyte trafegado.

Vivo

  • A Vivo vende uma diária contendo voz e dados por R$ 39,90 no pós-pago. O cliente pode utilizar até 1 GB de internet por dia na Argentina e Uruguai e 200 MB por dia no Paraguai, fazer 50 minutos em ligações locais ou para o Brasil, receber chamadas e enviar SMS sem limites;
  • No controle ou pré-pago, as chamadas originadas e recebidas custam R$ 2,99 por minuto. O serviço de dados está disponível e custa R$ 2,90 por megabyte trafegado.
  • No Vivo Easy, as chamadas originadas ou recebidas custam R$ 0,10 por minuto. Com serviços de dados a R$ 0,10 por megabyte trafegado. No entanto, clientes desse plano estão temporariamente impossibilitados de fazer a recarga para serviços internacionais.

Nextel

  • Serviço disponível apenas para clientes de planos pós-pago. A operadora possui acordo de roaming com parceiras na Argentina e Uruguai, mas não tem no Paraguai;
  • A Nextel vende um pacote de créditos custando R$ 69,99. O cliente pode usar tanto para voz, dados ou SMS. Com minuto de ligações ou SMS a R$ 1,75. E o megabyte de internet a R$ 0,35. O pacote dá direito a 200 MB de internet, 40 minutos de dados ou 40 SMS.

Sabe aqueles momentos que você tem um problema mas não consegue resolver sozinho porque a empresa reclamada não está nem aí? São nesses momentos que a PROTESTE pode intervir e resolver para você! Conte com uma equipe em Defesa dos Consumidores e pare de se estressar!