Desastres naturais: TVs por assinatura vão exibir alertas

Desastres naturais: TVs por assinatura vão exibir alertas

Os alertas sobre desastres naturais informam sobre a possibilidade de enxurradas, alagamentos, deslizamentos de terra, vendavais, entre outros incidentes

Em um projeto coordenado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), os clientes de TV por assinatura do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Alagoas estão recebendo, desde o final de setembro, alertas de desastres naturais durante a programação. A mensagem, exibida em formato de pop-up, é exibida por dez segundos. Mas o telespectador tem a possibilidade de fechar a janela, caso deseje.

Os alertas informam sobre a possibilidade de enxurradas, alagamentos, deslizamentos de terra, vendavais e chuvas de granizo, entre outros incidentes. E são enviados independentemente da vontade do assinante, que não tem a possibilidade de bloquear as notificações.

Parceria com operadoras e órgãos de Defesa Civil

Além da Anatel, o projeto é desenvolvido em parceria com as operadoras de TV por assinatura – Claro (NET), Vivo, Oi e Sky – e o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), que representa os órgãos de Defesa Civil de vários estados e municípios.

A mensagem será exibida por dez segundos em formato de pop-up. O usuário terá a possibilidade de fechar essa janela se desejar. Mas não será possível bloquear esse tipo de notificação. Ou seja, o alerta será enviado independentemente da vontade do assinante.

Como uma forma de apresentar o serviço, uma mensagem inicial é exibida: “DEFESA CIVIL: agora os ALERTAS de RISCO estão na sua TV. Fique ligado!”.

“Esse projeto é uma maneira de estreitar a comunicação da Defesa Civil com a sociedade. O maior objetivo desta comunicação é oferecer uma forma de prevenção, por meio dos alertas, de qualquer ocorrência de situações de perigo por motivos de desastres naturais. E é importante ressaltar: essa comunicação não irá gerar custo adicional para o consumidor”, diz a especialista em Telecomunicações da PROTESTE, Thais Veloso.

Alertas em todo o Brasil até o fim do ano

Até o fim deste ano, o serviço estará implantado em todo o Brasil. No dia 21 de outubro, começa em São Paulo. Em 18 de novembro se espalha pelas Regiões Norte e Centro-Oeste. E em 16 de dezembro alcança o restante do Nordeste.

Em Alagoas, a antecipação da implantação do serviço foi necessária, de acordo com a Anatel. O motivo é o risco de afundamento do solo no Bairro Pinheiros, na capital Maceió.

alerta sms
Em diversas localidades do Brasil, segundo a Anatel, moradores já recebem alertas desse tipo por SMS. Mas, para isso, precisam se cadastrar antes. De fevereiro de 2017 a agosto de 2019, mais de 700 milhões de mensagens foram enviadas para 6,7 milhões de clientes da telefonia móvel em todo o país.

Sabe aqueles momentos que você tem um problema mas não consegue resolver sozinho porque a empresa reclamada não está nem aí? São nesses momentos que a PROTESTE pode intervir e resolver para você! Conte com uma equipe em Defesa dos Consumidores e pare de se estressar!