Conheça os tipos de cabos USB e conexões para celular

Conheça os tipos de cabos USB e conexões para celular

A tecnologia avançou ao longo dos anos e permitiu transformações na transmissão de dados e energia entre dispositivos. Um dos recursos mais populares é o cabo USB, que permite enviar arquivos do smartphone para computadores, outros dispositivos e, também, funciona como carregador. Mas, como escolher uma boa opção entre os diferentes tipos de cabos USB e conexões para celular?

É comum precisar de um cabo para usar como carregador extra no trabalho ou em casa. Porém, ao adquirir esse produto, é fundamental observar qual é o tipo de conexão que é compatível com seu aparelho. Caso contrário, o dinheiro da compra pode ter sido desperdiçado e será necessário realizar a troca do produto.

Para que consumidores façam uma boa escolha na hora de comprar um cabo, vamos explicar o que é essa tecnologia, quais os tipos de cabos USB e conectores e o que é a taxa de transmissão de dados. Com essas informações, você poderá escolher o cabo ideal para o seu smartphone.

O que é cabo USB?

O cabo USB, sigla para Universal Serial Bus, surgiu na metade dos anos 90, nos Estados Unidos, a partir de um consórcio formado por empresas como Microsoft, HP e Intel. O recurso serve para criar conexões entre diferentes dispositivos por meio de um cabo para trocar dados e fornecer energia. O USB pode ser utilizado em:

  • Smartphones;
  • Notebooks;
  • Computadores;
  • Tablets;
  • Carregadores portáteis;
  • HDs externos;
  • Smart TVs, entre outros.

Ele possui conectores, parte que liga dois aparelhos, e quatro fios. Dois deles servem para fornecer energia e os outros dois para transmitir dados. O objetivo principal é eliminar ruídos que atrapalhem a transmissão de informações ou energia. 

Existem diferentes tipos de cabos USB que atendem padrões de funcionamento e formatos de conexão diversos, sendo que ambos os aspectos foram evoluindo com o passar dos anos. Observe quais os tipos e formatos disponíveis para escolher aquele que vai funcionar corretamente no seu eletrônico.

Dica: 7 cuidados na hora de fazer compras online

Tipos de USB

Os tipos de USB possuem padrões diferentes e são definidos por números. Cada versão é uma melhoria da anterior. Logo, quanto mais alto for o padrão USB informado no produto, melhor seu desempenho, que será mais rápido na transmissão de dados. Saiba mais sobre os padrões USB a seguir.

USB 1.0 

O USB 1.0 foi o primeiro produzido em larga escala e marca o início da tecnologia, em 1996. Também conhecido como a versão original, ele tinha uma taxa de transmissão de dados inferior aos padrões posteriores, afinal, era o primeiro lançamento. 

Posteriormente, foi desenvolvida uma versão 1.1 que apresentava correções, porém com a mesma velocidade de transmissão. Por fim, possuía conectores do tipo A e B, mais voltados para computadores. O modelo é raro de ser encontrado hoje em dia.

USB 2.0 

O USB 2.0 chegou no começo dos anos 2000 e tinha velocidade 40 vezes superior ao seu antecessor. Além disso, tinha formatos de conexão micro e mini, o que permitia uso em dispositivos como tablets e celulares. 

O modelo ainda pode ser encontrado para uso em mouses e teclados, geralmente com a cor branca em uma das conexões. 

USB 3.0

O USB padrão 3.0 é um dos mais populares atualmente e foi lançado em 2008. A velocidade de transmissão de dados é 10 vezes maior em comparação ao modelo 2.0 e permite enviar e receber dados ao mesmo tempo, diferentemente das tecnologias anteriores.

O modelo tem a subdivisão 3.1, que foi desenvolvida em 2013 e dobrou o índice de transferência de dados. Ambos os tipos são usados em pendrives ou HDs velozes, que possuem grandes volumes de informações. A cor azul diferencia a versão popular do modelo 2.0.

Dica: Serviços de streaming: cuidados ao contratar

Tipos de conectores

Os conectores de cabo USB dizem respeito ao formato da entrada. É o design da conexão que só é compatível com produtos que possuem o mesmo formato. Elas são definidas por letras e não é possível ligar um conector a um aparelho que possua entrada com formatos diferentes. Leia mais informações abaixo.

Tipo A

A entrada tipo A é a mais comum e pode ser encontrada em computadores, pen drives, HDs e em entradas de smart TVs, notebooks, computadores e outros eletrônicos. Tem formato retangular.

Tipo B 

Pode ser encontrada acompanhada de impressoras e tem formato mais quadrado. O modelo entrou em desuso e, por isso, é raro de ser utilizado em boa parte dos dispositivos atuais.

Guia-do-consumidor

Mini-A

Com formato quadrado, é menor que o tipo A, mas possui as mesmas características de conexão. Ainda pode ser usada em dispositivos como Mp3 players, videogames e câmeras fabricadas no começo dos anos 2000.

Mini-B 

De forma retangular, ela é similar ao mini-A, com desenho mais retangular. Pode ser usada em dispositivos pequenos, como câmeras digitais ou em smartphones antigos de teclado QWERT.

Micro-A 

Menores do que os modelos mini-A, ainda seguem em uso, mas em dispositivos específicos. São retangulares e finas.

Micro-B

Até recentemente, o formato mais usado em smartphones era a entrada micro-B, tanto no padrão 2.0 quanto 3.0. A conexão pequena é levemente retangular e popular em vários dispositivos.

USB tipo C

A entrada tipo C é o padrão mais recente e traz taxas de velocidade de transmissão mais altas em comparação aos demais tipos. Está presente na maioria dos smartphones atuais de alta tecnologia. Além disso, é compatível com videogames e notebooks de última geração. Com design arredondado e achatado, a entrada pode ser conectada em qualquer posição. Veio para substituir as versões anteriores. 

Taxas de transmissão 

A taxa de transmissão de um cabo USB representa em quanto tempo ele permite o envio e recebimento de dados entre um dispositivo e outro. Por exemplo: é essa taxa que vai mostrar quanto tempo levará para enviar um arquivo de um smartphone a um notebook, ao conectá-los utilizando um cabo USB. As taxas são classificadas da forma abaixo. 

Dica: Portabilidade numérica: tudo o que você precisa saber

High-Speed 

A taxa de transmissão High-Speed é usada em situações nas quais é preciso transferir grandes volumes de dados. Isso acontece com HDs externos ou cartões de memória cheios de arquivos, por exemplo. A taxa de transmissão é de 480 Mbps, considerada alta.

Full-Speed 

Com taxa de transmissão de 12 Mbps, a taxa Full-Speed é usada em situações como transferências de arquivos em áudio, que possuem volume de dados considerável, mas não são tão pesados quanto outros arquivos que serão enviados ou recebidos mais rapidamente com cabos USB High-Speed.

Low-Speed 

Com velocidade de transmissão de 1,5 Mbps, os cabos Low-Speed são ideais para dispositivos que não utilizam grandes volumes de dados, como em conexões de teclado e mouse. O custo desse produto é menor, porém sua taxa de transmissão de dados também.

Proteste ajuda a conscientizar consumidores

Na hora de escolher entre os tipos de cabos USB para o seu smartphone, notebook ou outro equipamento eletrônico, é importante não apenas conhecer as particularidades de cada modelo, mas também os seus direitos caso o produto apresente defeito ou diante de qualquer problema durante a venda ou pós-venda.

Para ajudar nas relações de consumo, a PROTESTE está à disposição para informar e defender o direito dos brasileiros. A maior associação de consumidores da América Latina conta com vários serviços e recursos que podem ser utilizados por pessoas que tiveram o seu direito desrespeitado.

Com o canal Reclame, você faz a sua reclamação em uma plataforma criada para ser a ponte entre clientes e empresas. Nela, além de um canal direto de diálogo com as empresas, os consumidores podem contar com o auxílio de especialistas em proteção ao consumidor para mediar conflitos e chegar a uma solução satisfatória para clientes.

Além disso, a PROTESTE realiza testes comparativos de produtos e serviços para que você possa fazer as melhores escolhas na hora de adquirir uma determinada mercadoria ou contratar serviços. Acesse agora mesmo.



tecnologia | 23 de novembro de 2021
Dicas de segurança digital para idosos
tecnologia | 23 de novembro de 2021
Dicas de segurança digital para idosos
Sua casa | 22 de novembro de 2021
Sites falsos: como identificar e se proteger
Sua casa | 22 de novembro de 2021
Sites falsos: como identificar e se proteger
tecnologia | 16 de novembro de 2021
Como formatar o celular? Passo a passo
tecnologia | 16 de novembro de 2021
Como formatar o celular? Passo a passo
tecnologia | 9 de novembro de 2021
Open banking: o que muda para o consumidor
tecnologia | 9 de novembro de 2021
Open banking: o que muda para o consumidor