Cidade de Florianópolis é palco de testes do 5G no Brasil

Cidade de Florianópolis é palco de testes do 5G no Brasil

TIM realiza na Capital Catarinense o primeiro projeto-piloto sobre uma rede real da 5ª geração da internet móvel

A cidade de Florianópolis (SC) está na crista da onda para se tornar uma das primeiras smart cities do Brasil. Recentemente, a capital catarinense foi palco de demonstrações da operadora TIM com seu primeiro projeto-piloto de 5G sobre uma rede real, operando na frequência de 3,5 GHZ. Em parceria com a Fundação CERTI e a chinesa Huawei, a empresa habilitou a rede 5G em Florianópolis para experimentar aplicações voltadas para cidades inteligentes ou de gestão inteligente de serviços públicos.

No teste realizado em Florianópolis, a TIM atingiu velocidades superiores a 1 Gbps. O dispositivo usado foi um celular dobrável Huawei Mate X. De acordo com a operadora, este foi o primeiro projeto-piloto de 5G sobre uma rede real. Um vez que foram utilizados dispositivos comerciais para as demonstrações.

Teste sua conexão com o nosso velocímetro e saiba como obter um reembolso em caso de internet lenta.

TIM: projeto-piloto de 5G em parceria com a Huawei

O Huawei Mate X foi conectado a uma antena 5G, também da Huawei. Ela foi instalada no campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Segundo a TIM, a infraestrutura do 5G foi instalada na mesma torre que já fornece 3G e 4G no local.

Florianópolis, Santa Rita do Sapucaí e Campina Grande

Florianópolis, Santa Rita do Sapucaí e Campina Grande
Além de Florianópolis, a TIM terá outros dois projetos-pilotos para a rede de quinta geração. Na cidade de Santa Rita do Sapucaí (MG), em parceria com a Ericsson e com o Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), há a previsão de implantação de soluções inteligentes para iluminação, segurança e rastreamento de veículos. Tudo isso dentro do contexto de Internet das Coisas. Já em Campina Grande (PB), junto com o Núcleo Virtus (Núcleo de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Tecnologia da Informação, Comunicação e Automação) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e a Nokia, vai ser possível desenvolver soluções para Cidades Inteligentes, utilizando a plataforma NB-IoT.

Investimentos da Oi em 5G

A Oi é outra operadora que vem realizando testes com o 5G. Em abril, durante o Rio 2C, maior evento de economia criativa da América Latina, e mais recentemente em Búzios, a empresa fez duas experiências. Ambas com realidade virtual.

+Leia também: Saiba como a tecnologia 5G vai afetar a sua vida

No entanto, a Oi precisou de dois roteadores conectados à rede móvel, para que eles, então, compartilhassem a conexão 5G por Wi-Fi. No experimento realizado pela TIM, os celulares foram diretamente ligados ao 5G de 3,5 GHz.

Recentemente, o presidente da Oi, Eurico Teles, esteve em Florianópolis, onde reafirmou que a empresa está investindo na expansão da fibra e na modernização da rede para a implementação do 5G. A Oi conta atualmente com 2,3 milhões de clientes no Estado de Santa Catarina, sendo 944 mil na telefonia fixa, 850 mil na telefonia móvel, 405 mil em banda larga e 125 mil em TV por assinatura.

Leilão do 5G em 2020

O leilão de frequências do 5G está marcado para março de 2020 no Brasil. Serão leiloadas três frequências: 3,5 GHz, com 200 MHz de capacidade; 2,3 GHz, com 100 MHz de capacidade; e as sobras da faixa de 700 MHz, com 10 MHz de capacidade.