Moto G8: câmera tripla em um telefone intermediário

Moto G8: câmera tripla em um telefone intermediário

Novos aparelhos da linha Moto G trazem câmera tripla, uma tendência até então só presente nos aparelhos mais top de linha

A Motorola apresentou recentemente o Moto G8 Plus e o Moto G8 Play, novos aparelhos intermediários da marca pertencente à Lenovo. O preço sugerido fica em R$ 1.699 e R$ 1.099, respectivamente.

Ambos os smartphones trazem câmera tripla, uma tendência cada vez mais consolidada nos dispositivos mais novos, mas em falta em linhas intermediárias. De acordo com a empresa, a proposta da marca é dar acesso a recursos vistos em produtos mais caros.

“A primeira leva foi de smartphones com câmeras duplas para efeito modo retrato e, agora, as câmeras grande angular e telefoto são as grandes novidades do momento. O Moto G8 Play possui uma ultra grande angular”, lembra o pesquisador da PROTESTE, Thiago Leite Porto.

A primeira leva foi de smartphones com câmeras duplas para efeito modo retrato e, agora, as câmeras grande angular e telefoto são as grandes novidades do momento. O Moto G8 Play possui uma ultra grande angular

Maior quantidade de câmera significa melhores opções no momento do retrato. Sendo assim, o consumidor vai estar mais preparado para diversas situações, como fotos que necessitam um zoom, com um grupo muito grande ou até mesmo de paisagens.

Conjunto fotográfico interessante na nova linha Moto G8

No Moto G8 Plus, o conjunto fotográfico é formado por uma câmera principal de 48 MP com tecnologia Quad Pixel (o arquivo final tem 12 MP) e abertura f/1.7. Quanto menor o valor depois da letra f, maior é a capacidade de tirar fotos em locais de baixa luminosidade. Ele traz ainda uma “Action cam” para vídeos, de f/1.2 e a terceira câmera é um sensor de profundidade de 5 MP. Além disso, traz foco a laser, bem como um modo de visão noturna.

Já a câmera frontal utiliza sensor de 25 MP (f/2.0). O usuário decide entre arquivos finais de 6 MP com uso do recurso Quad Pixel, que combina pixels para elevar o nível de nitidez, ou de 25 MP sem recorrer à função, segundo informações do Techtudo.

O Moto G8 Play traz uma câmera principal de 13 MP e f/2.0; ultra wide de 117º com 8 MP e f/2.2; sensor de profundidade de 5 MP e f/2.2. Enquanto isso, a selfies ficam por conta da câmera de 8 MP e f/2.2.

Processadores suficientes para atividades intermediárias

Todos os modelos rodam Android 9 (Pie) com as poucas modificações de sistema. Os aparelhos têm tela de 6,3 polegadas e 6,2 polegadas, respectivamente e resolução Full HD+ (2280 x 1080 pixels).

No modelo mais avançado, a ficha técnica inclui processador Snapdragon 665 (Qualcomm). Já no modelo inferior, o processador MediaTek P30 equipa o aparelho.

Segundo Porto, ambos são chipsets intermediários, sendo o Mediatek um chipset de baixo custo. No entanto, eles são bastante suficientes para o uso mediano sem esforço do aparelho, como jogos pesados, por exemplo. Para as fotos, indica o especialista, eles devem conseguir lidar bem com o conjunto de lentes. “Ambos serão testados pela PROTESTE e assim poderemos dar uma análise mais específica para esse ponto”, avalia.

Sabe aqueles momentos que você tem um problema mas não consegue resolver sozinho porque a empresa reclamada não está nem aí? São nesses momentos que a PROTESTE pode intervir e resolver para você! Conte com uma equipe em Defesa dos Consumidores e pare de se estressar!