MacBooks virão com processadores da Apple

MacBooks virão com processadores da Apple

Em evento on-line, a Apple anunciou várias novidades e o fim da parceria de anos com a Intel e seus chips. Saiba mais!

A Apple realizou seu terceiro evento de 2020 em Cupertino, cidade onde está sediada e que faz parte do chamado Vale do Silício. Depois de tirar os carregadores da caixa dos iPhones e apresentar um iOS completamente remodelado com widgets, a empresa vai mudar mais uma vez. “Esse evento marcou o fim da parceria de anos com a Intel em seus chips e, agora, a Apple terá seu próprio processador nos MacBooks também”, contou Thiago Porto, especialista da PROTESTE.

Segundo o especialista, a partir de agora, o conhecido computador da Apple virá com o processador da Apple Silicon, que foi especificamente desenvolvido para computadores, chamado Apple M1. “Ele é um conglomerado de GPU, CPU e outras partes em um só chip, fabricado em 5 nanômetros e mais de 16 bilhões de transistores”, disse Thiago. 

A Apple prometeu que o M1 é o melhor processador do mercado, tendo em vista performance por gasto energético. O mesmo para o GPU, ou seja, o gráfico ao rodar jogos.

Maior segurança

Além disso, de acordo com Thiago, agora o chipset passará a ter um módulo de proteção, que deve melhorar bastante a segurança do sistema. “O sistema traz a proteção já vista nos iPhone e iPad para os computadores. Isso não o tornará a prova de malwares, mas dificultará os acessos”, destacou.

Além disso o novo macOS foi lançado, já funcionando em um Apple Silicon. “Chamado Big Sur, ele aumenta a velocidade do sistema e está mais bonito visualmente, além de agora ter apps universais, que servem tanto para os processadores antigos da Intel quanto para  o novo M1 da Apple”, disse o especialista. “Além disso, apps do iPad e do iPhone podem ser abertos no computador, o que é bastante interessante, tendo em vista a quantidade de apps existentes na Apple Store”.

New MacBook Air é o primeiro computador com M1

O primeiro dispositivo com o M1 é o New MacBook Air. “O equipamento é fino e com o design bastante parecido com os anteriores, além da promessa de ser completamente silencioso e ter a bateria mais durável do que qualquer outro MacBook Air”, disse Thiago. Ele possui até 16Gb de memória e sai pelo valor de U$999. A Apple promete que esse aparelho é mais rápido do que 98% dos modelos da mesma categoria vendidos no ano passado.

macbookair
Além disso, mais um aparelho virá com o M1, o Mac mini. Com uma aparência bem similar ao Apple TV, o Mac mini oferece ao usuário a experiência de um computador desktop, pois é um aparelho que ainda precisa de um monitor, teclado e mouse para funcionar. Sai pelo valor de U$699, o que Thiago considera bastante justo para a promessa de ser um bom computador.

Durante o evento, a Apple ainda apresentou  o MacBook Pro de 13,3 polegadas. Sua bateria dura 20 horas (para vídeos) e 17 horas (de navegação na internet). O teclado vem com o Touch Bar e possui microfone de estúdio. “Diferente do modelo Macbook air, que não tem ventoinha, este possui um novo tipo de resfriamento, o mesmo usado no Mac mini, que é essencial para a melhor performance”, explicou Thiago. Seu valor é U$1299.

 De acordo com o especialista da PROTESTE, não há, ainda, informações sobre o lançamento no Brasil e os valores que serão praticados.

Seu produto apresentou problemas e a empresa não resolve? RECLAME AGORA arrow_right_alt