Huawei: entenda como veto dos EUA afeta o consumidor

Huawei: entenda como veto dos EUA afeta o consumidor

Fabricante chinesa de celulares Huawei pode acabar sendo privada de usar os serviços e Apps do Google no Android

Muitas incertezas pairam sobre as consequências da Guerra comercial que está ocorrendo entre a China e os EUA, principalmente na área tecnológica. Em 2018, a empresária e diretora, filha do fundador da Huawei, ficou detida no Canadá e, desde então, a briga entre Huawei e os Estados Unidos se intensificou.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou um decreto que, de forma geral, impede que empresas americanas façam negócios com corporações que estão na lista das várias empresas banidas, sob o argumento de estarem violando a segurança nacional e, uma delas, é a Huawei.

Empresas como Google, Qualcomm, Intel, Broadcom, dentre outras não poderão fazer mais acordos comerciais com a chinesa Huawei. O mais duro golpe para a empresa chinesa foi a quebra do acordo com o Google. Sendo assim, ela perde acesso em seus novos aparelhos à aplicativos como Chrome, Gmail, YouTube e Play Store, além de perder o suporte técnico e a colaboração do Google para atualizações.

Muitas perguntas começaram a surgir e aqui iremos responder algumas delas:

Usuários dos smartphone Huawei serão afetados com esse veto?

Segunda o Google e a Huawei, nesse primeiro momentos usuários dos smartphone existentes não serão afetados. Eles poderão continuar usando os serviços e aplicativos, porém não se sabe ainda se eles serão atualizados para a nova versão do software da Google, quando sair.

Aparelhos novos da Huawei virão com o Android?

Com essa novidade, aparelhos como o Huawei Mate X, com tela dobrável da empresa podem acabar sendo comprometidos em seus lançamentos, já sem os serviços do Google. Porém, a Huawei pode manter o Android fazendo a atualização por si e utilizando seus próprios serviços.

A Huawei pode usar o Android depois desse veto?

O Android é feito com o Android Open Source mais os Apps e os serviços oferecidos pelo Google. A partir de agora a Huawei somente terá acesso ao Android Open Source. Dessa forma ela pode continuar a ter o sistema operacional e até mesmo as atualizações do sistema via esse Open Source, igual é feito atualmente pela Xiaomi. Porém, sem os serviços e apps do Google.

Vale a pena comprar um aparelho Huawei agora?

Esse veto não é um impeditivo para a compra de um novo Huawei, mas pode valer a pena esperar um pouco para saber quais serão os verdadeiros impactos nos consumidores. Os aparelhos que já estão no mercado e os que já foram comprados continuarão a ter o suporte do Google em seus apps e serviços na atual versão do sistema operacional, porém não se sabe por quanto tempo e nem se irão receber atualizações. Tudo vai depender da Huawei para atualizar o smartphone, sem a parceria com o Google, usando o Android Open Source.

Atualmente os Estados Unidos voltaram atrás e deixaram o bloqueio para ser feito somente daqui a 3 meses. Enquanto isso, ambas as empresas estão verificando formas de continuarem a colaborar.

A PROTESTE está entrando em contato com o Google Brasil e com a Huawei Brasil para saber quais são os próximos passos e quanto os consumidores brasileiros serão afetados.

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.