Novo Google Pixel 4: tudo o que você precisa saber dele

Novo Google Pixel 4: tudo o que você precisa saber dele

Concorrente direto das linhas principais da Apple, Samsung e Huawei, telefone traz especificações robustas e uma novidade no mercado

O Google apresentou recentemente o Google Pixel 4. O celular é um concorrente direto da linha principal da Apple, Samsung e da Huawei. Além disso, o novo dispositivo do Google é o primeiro do mundo com radar. E traz incrementos na ficha técnica, como o processador Snapdragon 855, e sistema de câmera dupla.

O design, no entanto, não é o forte do novo aparelho. O aparelho lembra um smartphone intermediário, com design retrô com tela sem aproveitamento frontal. “Apesar disso, ele possui câmera e processador tops de linha”, avalia o pesquisador da PROTESTE, Thiago Leite Porto.

Uma novidade é a tela de 90 Hz, taxa de atualização alta e pouco encontrada no mercado de celulares. Esse é um recurso capaz de garantir animações de sistema e interações com aplicativos visualmente mais agradáveis. Além de ser uma ótima opção para o público gamer. Outras características do display são a sua resolução Full HD+ e a medida de 5,7 polegadas.

Google Pixel 4 traz câmera e bateria de bom de desempenho

Quando o assunto é câmera, o aparelho segue a tendência dos seus concorrentes. O Google Pixel 4 é o primeiro da linha a contar com mais de um sensor na traseira. Ele traz um sensor de 12,2 megapixels, com lente angular, e outro de 16 MP, com teleobjetiva para fotos de objetos ou ambientes distantes.

Em termos de bateria, o Google Pixel 4 traz componente de 2.800 mAh, que deve ser suficiente para um dia inteiro longe das tomadas. O lançamento do Google também inclui recursos de transcrição de áudios em tempo real e um Google Assistente remodelado.

O preço está em linha com outros celulares top de linha do mercado. Ele foi apresentado pelo preço sugerido a partir de US$ 799 (cerca de R$ 3.340 em conversão direta).

Consumidores devem ficar atentos à certificação

De acordo com a nossa legislação, todos os celulares comercializados no Brasil devem ser certificados pela Anatel. Tradicionalmente, a Google não comercializa seus aparelhos no Brasil, e por isso, os consumidores brasileiros devem ficar atentos: se comprarem o Pixel 4 fora do país, eles virão sem a certificação da Anatel. Vamos aguardar para ver se o aparelho será oficialmente certificado e lançado no país.

Com informações do Techtudo.

Sabe aqueles momentos que você tem um problema mas não consegue resolver sozinho porque a empresa reclamada não está nem aí? São nesses momentos que a PROTESTE pode intervir e resolver para você! Conte com uma equipe em Defesa dos Consumidores e pare de se estressar!