Novo roteador do Google chega ao mercado com a tecnologia Mesh

Novo roteador do Google chega ao mercado com a tecnologia Mesh

O Google Nest Wi-fi chega para substituir modelo que está no mercado desde 2016 e vem com kits de duas ou três unidades

O Google anunciou recentemente o lançamento de seu novo roteador: o Google Nest Wi-fi, que usa a tecnologia Mesh. O modelo vem com recursos como suporte para comandos de voz via Google Assistente e alto-falantes, que funcionam como uma caixa de som inteligente. E chega para substituir o Google Wifi, que está no mercado desde 2016. Com promessa de oferecer velocidades até quatro vezes superiores às alcançadas por seu antecessor.

Apenas nos Estados Unidos

O produto já está disponível para o mercado dos Estados Unidos pelo valor de US$ 269, no kit com duas unidades, e US$ 349 com três. De acordo com o Google, outros oito países ainda não confirmados receberão o produto até o final de 2019.

Por ser feita por uma rede mesh, a conexão do Google Nest Wi-fi promete uma cobertura 25% maior em relação ao seu modelo antigo de roteador.

routerepoimt
Router e Point

O novo lançamento do Google é formado por dois ou mais dispositivos que se complementam. Um deles é o Router, que é o roteador propriamente dito. E o outro é o Point, que é a unidade que cria a rede mesh e também funciona como caixa de som.

O Google Nest Wi-fi promete, nos kits com duas unidades, a configuração de uma rede de até 350 metros de cobertura. Por conta do uso da tecnologia Mesh, espera-se que o sinal chegue a todas as área de uma residência sem que a qualidade de conexão e a velocidade fiquem prejudicadas.

Além disso, a unidade Point oferece conexão por meio de cabo de rede, no padrão Gigabit Ethernet. Além do mercado americano, o Google informa que, até o fim do ano, lançará o Nest Wi-Fi em outros oito países ainda não confirmados.

Google Nest Wi-fi suporta o Wi-fi 6?

De acordo com TechTudo, apesar de ser uma atualização do Google Wi-fi, o novo lançamento da empresa tem algumas dúvidas e lacunas em sua ficha técnica. A principal delas, segundo o portal, é se o Google Nest Wi-fi é compatível com o Wi-fi 6, a nova geração das redes sem fio.

Melhor custo-benefício

Os roteadores que trabalham com redes Mesh costumam ter um alcance maior e uma maior estabilidade no sinal. Mas são mais caros, pois, além trabalharem com uma tecnologia mais nova, são vendidos em kits com duas ou três unidades. Aqui no Brasil já existem alguns modelos. E para Thiago Porto, pesquisador da PROTESTE, o consumidor tem que fazer as contas do melhor custo-benefício tendo em vista, também, outras opções de roteadores e repetidores de sinal. 

“Como o Google Nest Wi-fi possui um único sistema, a configuração será mais facil e até mesmo o controle entre os dispositivos e isso é um benefício. Porém, se o consumidor quiser algo mais barato, existem diversas opções de roteadores bons no mercado, assim como repetidores”, afirma Thiago.

Como o Google Nest Wi-fi possui um único sistema, a configuração será mais facil e até mesmo o controle entre os dispositivos e isso é um benefício

O pesquisador lembra, no entanto, que muitas vezes os problemas de conexão podem estar no sinal que chega do provedor de internet. E não necessariamente no roteador. Neste caso, vale a pena acessar o velocímetro da PROTESTE para testar sua velocidade de conexão.

Sabe aqueles momentos que você tem um problema mas não consegue resolver sozinho porque a empresa reclamada não está nem aí? São nesses momentos que a PROTESTE pode intervir e resolver para você! Conte com uma equipe em Defesa dos Consumidores e pare de se estressar!