Mudanças no Facebook: veja linha do tempo das principais

Mudanças no Facebook: veja linha do tempo das principais

Facebook anunciou em evento na Califórnia mudanças na plataforma; relembre algumas das mudanças mais importantes da rede

“O futuro é privado”, disse o presidente-executivo do Facebook Mark Zuckerberg na abertura do encontro anual da plataforma. No evento na Califórnia, o executivo divulgou os primeiros passos do grupo nesse sentido. Entre eles, mudanças no Messenger, com maior integração ao WhatsApp e Instagram. Além disso, o site terá uma nova cara, com mudanças de cores e mais destaque para grupos.

No entanto, mudanças no Facebook não são novidades. A rede social azul e branca vem sempre tentando responder às demandas dos diferentes momentos. Abaixo, relembramos algumas das mudanças mais significativas desde 2004:

2004: Facebook lança versão colegial de seu website

No ano de 2004, era lançada a versão colegial do website. A partir de então, passava a existir duas versões para o Facebook: uma para o ensino fundamental e outra para o ensino médio.

2008: O Facebook lança um completo redesenho de seu site

O Facebook implementou uma grande simplificação no site e deu aos usuários maior controle sob seus perfis. O site passou agregar as postagens dos usuários. Além disso, as páginas Página inicial, Perfil e Amigos foram limpas para dar um foco muito maior nos fluxos de atividades.

2009: Facebook ativa o botão “curtir”

O Facebook ativou uma ferramenta que virou a grande marca da rede social: o botão curtir. Com isso, usuários passaram a poder “curtir” fotos, anotações e outros itens na rede.

2010: Facebook faz um novo redesenho enfatizando a vida do usuário

O Facebook lançou naquele ano um novo layout de página de perfil que enfatiza as partes mais importantes da vida de seus usuários. Incluindo informações biográficas, fotos, educação, experiência de trabalho e relacionamentos importantes. As guias na parte superior de cada página de perfil desapareceram e foram substituídas por links no lado esquerdo da página.

2011: O Facebook Messenger é lançado com app separado

A empresa de Mark Zuckerberg lançou naquele ano o Facebook Messenger como um aplicativo separado. O aplicativo prometia enviar e acessar mensagens com apenas um clique. As mensagens eram entregues por meio de notificações e textos. Portanto, os amigos receberiam imediatamente.

2013: Facebook permite aos usuários expressar sentimentos

O Facebook lançou um novo atualizador de status que pemitia que usuários dissessem como estavam se sentindo ou que estavam fazendo. A partir de então, usuários podiam compartilhar atividades como sentir, ler ou comer. Ou mesmo podiam dizer que filme estavam assistindo.

2016: Lançados botões com novas reações

Os usuários do Facebook a partir de então podiam expressar diferentes sentimentos em relação às postagens de seus amigos. Além de curtir, usuários podiam rir (haha), amar, ficar triste ou bravo. Em 2017, as reações foram adicionadas aos comentários.

2017: Plataforma passa a ter reconhecimento facial

A ferramenta de marcação de fotos existia desde 2010. Ou seja, amigos podiam marcar outros que apareciam em suas fotos. A partir de 2017, a própria plataforma passou a avisar quando alguém subia uma foto potencialmente sua. Era a tecnologia de reconhecimento facial na veia.

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.