TIM libera tecnologia eSIM para iPhones XR, XS e XS Max

TIM libera tecnologia eSIM para iPhones XR, XS e XS Max

A operadora TIM se juntou à Claro e à Vivo e começou a oferecer a habilitação de linhas móveis no formato eSIM, que dispensa o uso do SIMcard tradicional

A operadora TIM se juntou à Claro e à Vivo e começou a oferecer a habilitação de linhas móveis no formato eSIM, que dispensa o uso do SIMcard tradicional. Com o recurso, os usuários de iPhone XR, XS e XS Max ganham a possibilidade de cadastrar um segundo número de forma digital, liberando a função dual-chip do aparelho sem a necessidade de usar mais um chip físico.

Claro e Vivo saíram na frente

Entre as maiores operadoras do país, apenas a Oi ainda não oferece esse tipo de serviço. Claro e Vivo pularam na frente e já disponibilizam a habilitação virtual desde o primeiro semestre de 2019.

A comercialização do eSIM pela TIM é feita em formato de QR Code, em lojas físicas de 20 estados e no Distrito Federal. Com o código na mão, o usuário precisa entrar no aplicativo “Ajustes no iPhone” e completar o seu cadastro. Para isso, basta acessar a opção “Celular” no menu. Acionar a opção “Adicionar plano Celular” na sequência e depois seguir o passo a passo na tela.

Uma vez feito o procedimento, são enviadas diretamente para um chip interno na placa-mãe do aparelho as informações referentes à linha. E é esse chip interno o responsável por fazer a comunicação do smartphone com as torres de telefonia móvel.

eSIM traz vantagens no quesito segurança

Um dos principais quesitos da tecnologia é a segurança. Cada aparelho conectado passa a ter um link criptografado, que o protege contra adulterações ou possíveis invasões. Além disso, o eSIM usa uma chave exclusiva que busca uma verificação sempre que uma troca de perfil é solicitada.

Ou seja, se o usuário do aparelho decidir repassá-lo a outra pessoa, será possível passar por uma série de processos de segurança, em vez de simplesmente trocar um chip físico, como acontece com o SIMcard. Apenas essa funcionalidade já torna mais difícil que qualquer um consiga trocar esse perfil. E, por sua vez, evita golpes e dificulta o repasse de aparelhos em caso de roubo ou perda, por exemplo. Com o eSIM, fica mais fácil de fazer o bloqueio pela operadora, o que tornará o aparelho inútil para revenda.

A PROTESTE testa em laboratório a maior parte dos smartphones comercializados no Brasil. E divulgamos esses testes nos nosso comparadores exclusivos. Os aparelhos habilitados para o eSIM estão lá e você pode saber mais sobre eles.

Sabe aqueles momentos que você tem um problema mas não consegue resolver sozinho porque a empresa reclamada não está nem aí? São nesses momentos que a PROTESTE pode intervir e resolver para você! Conte com uma equipe em Defesa dos Consumidores e pare de se estressar!