Como rastrear o celular perdido

Como rastrear o celular perdido

Aprenda as principais formas de localizar smartphones Android e iOS

Praticamente, qualquer pessoa hoje possui um smartphone. Ele é essencial para a nossa vida, seja para falar com a família e amigos, para o trabalho, em atividades pessoais ou também para se divertir. O aparelho já faz parte da nossa rotina e ficar sem ele pode trazer muita dor de cabeça. Mas, se isso acontecer, você sabe como rastrear o celular que tenha sido perdido ou mesmo furtado?

Ao adquirir um smartphone, muita gente esquece que existem chances de o objeto ser perdido (você pode esquecê-lo no banco do carro que usou em uma viagem por aplicativo, no transporte público, perdê-lo em algum estabelecimento ou na casa de alguém, por exemplo). Além disso, ainda há o risco de furto (quando alguém se apropria do celular sem que você perceba). Ou mesmo, o roubo (quando por meio de violência ou ameaça criminosos tomam o seu smartphone).

No caso de perda do aparelho, é possível fazer o rastreamento e, dessa forma, aumentar as chances de localizá-lo. Você pode rastrear o celular tanto por meio do próprio sistema operacional quanto por aplicativos. Aprender a como fazer o rastreamento ajuda tanto em situações inesperadas de perda quanto naqueles casos em que, por distração, você não consegue achar o celular em casa.

Veja algumas formas de rastrear o smartphone, seja ele Android ou iOS. As possibilidades são tanto por meio do próprio sistema operacional, quanto com aplicativos ou pelo o antivírus instalado no aparelho. Também conheça ações preventivas para não perder o celular e, por fim, saiba o que fazer após perder o seu aparelho.

Dica: Antivírus: aumento de ataques na pandemia reforça importância

Rastrear o celular pelo sistema operacional

O sistema operacional é o ambiente no qual os aplicativos e recursos de um smartphone funcionam. Os dois principais sistemas são o Android (do Google, que está em boa parte das marcas de celulares), e o iOS (da Apple, exclusivo para celulares do tipo iPhone).

Esses sistemas já contam com melhorias que permitem aos usuários localizarem os seus smartphones em caso de perda. Afinal, essa situação se torna cada vez mais comum com a popularização dos celulares, não é? Caso seja necessário, o próprio sistema operacional oferece os recursos necessários para que você encontre o seu smartphone. 

Veja o caminho para rastrear o celular pelo Android e pelo iOS.

Android

Para rastrear um smartphone Android, é preciso utilizar o recurso Encontre Meu Dispositivo (ou Find Your Phone), que é a ferramenta disponibilizada pelo Google para localizar os aparelhos. 

Esse recurso usa telas similares ao Google Maps para mostrar onde o celular está, além de contar com ferramentas para tocar alarme, bloqueio e limpar os dados do smartphone. A função pode ser acessada pelo celular e pelo computador.

É importante lembrar que para encontrar seu dispositivo, ele tem que estar ligado, conectado  à internet (por meio de Wi-Fi ou rede móvel 4G), com a localização GPS ativada e com o Encontre Meu Dispositivo ativado e baixado no celular. Por isso, faça esses procedimentos agora mesmo, com o passo a passo abaixo:

  1. Acesse as configurações do aparelho Android, que em geral são acessadas pelo ícone de engrenagem no topo da tela ou na lista de aplicativos;
  2. Desça a tela de configurações até a aba “Google”;
  3. Depois, desça novamente e clique em “Segurança”;
  4. Agora, escolha “Encontre Meu Dispositivo”;
  5. Marque a opção “Ativar”;
  6. Abaixo, você terá a opção de baixar o app Encontre Meu Dispositivo. Faça o download.

Pronto! Agora é possível rastrear o celular se você perdê-lo por 4 métodos:

Em todas as opções , é necessário acessar a sua conta Google com o login e a senha. Em seguida, selecione o aparelho celular que você deseja encontrar. Depois disso, será possível ver a porcentagem de bateria e a localização do aparelho no mapa. Você também consegue:

  • Reproduzir um som no celular, que tocará um alarme alto durante 5 minutos (inclusive se estiver em modo silencioso ou vibração);
  • Proteger o dispositivo, ao bloquear o aparelho e sair da sua conta Google (também é possível mostrar uma mensagem ou número de telefone na tela do celular, caso queira fazer contato com uma pessoa que localizou o aparelho);
  • Limpar o celular, o que apaga todo o conteúdo (e, depois da limpeza, não será possível encontrar o smartphone).

Ainda existe outra forma de rastrear o celular Android: por meio de recursos das próprias fabricantes. Samsung e Xiaomi, por exemplo, contam com funcionalidades bem parecidas para encontrar os aparelhos. De forma geral, é necessário criar uma conta na fabricante do celular (é comum que as marcas direcionem os usuários para suas próprias páginas de conta, para que possam usar a ferramenta).

iOS

Caso o celular a ser encontrado seja do sistema iOS, é possível fazer isso por meio da opção “Buscar meu iPhone”. A sua atuação é bem parecida com o “Encontre meu dispositivo”, do Google. Porém, no caso da Apple é possível localizar aparelhos inclusive se estiverem sem conexão com a internet ou desligados.

A opção de localização pode até estar ativada de forma automática depois de feito o login na conta iCloud do usuário, porém é importante conferir se, de fato, a busca está ativada. Para isso, você deve:

  1. Acessar a parte de “Ajustes” e, depois, entrar na sua conta ID Apple;
  2. Clicar em “Buscar”;
  3. Entrar na opção “Buscar iPhone” e ativar todas as opções do menu;

Agora, o aparelho iOS está habilitado para ser rastreado. E, você consegue fazer isso tanto pelo computador quanto por outro smartphone da Apple. Veja o que fazer em cada caso:

  • No computador, acesse o site https://www.icloud.com/, faça o login com sua conta e clique em “Buscar iPhone”. Insira sua senha do ID Apple, escolha o aparelho que deseja localizar e pronto, você encontrou o smartphone;
  • Em outro iPhone, acesse o app Buscar (nativo do iOS), escolha qual aparelho quer achar e, ao clicar nele, veja sua localização.

Em ambos os casos, você consegue tocar um som no smartphone, ativar o modo perdido (para bloquear o aparelho) ou mesmo limpar todo o conteúdo do iPhone. Na última opção, não será possível localizá-lo depois do processo.

Rastrear o celular com o antivírus

Os antivírus instalados nos celulares, especialmente no Android, também são boas alternativas para rastrear um smartphone. Veja algumas opções:

  • McAfee Mobile Security, disponível tanto para Android quanto para iOS, é gratuito e pode ser localizado nas lojas dos respectivos sistemas operacionais;
  • Lookout Mobile Security, para iOS, tem versão gratuita e conta com ferramentas de localização e outras opções de recuperação do aparelho;
  • Avast, para Android, também é gratuito;
  • Kaspersky, também para o sistema operacional do Google e pode ser baixado de forma gratuita.

Sempre que for baixar um antivírus na Play Store (Android) ou Apple Store, veja se ele conta com o recurso para rastreio, assim é mais uma maneira de localizar o smartphone em caso de perda.

Rastrear o celular com apps especializados

Além dos recursos do próprio sistema operacional das fabricantes do celular e também de aplicativos de antivírus que contam com recursos de rastreamento, você ainda pode contar com aplicativos que são especializados em localizar smartphones. As opções são tanto para iPhones quanto para aparelhos Android. Veja uma relação com alguns deles:

Device Locator

O Device Locator é um dos apps mais completos aplicativos disponíveis para iPhone. Ele é pago, mas conta com funcionalidades importantes para a localização de aparelhos. Com ele, é possível:

  • Emitir alarme no aparelho para encontrá-lo em casa, por exemplo;
  • Ativar a câmera frontal e enviar as imagens para você, caso suspeite que alguém está usando o celular.

Outros apps

Também existem outros aplicativos para rastrear o celular perdido, seja ele iOS ou Android. Veja uma breve lista:

  • Whistle Me, para Android, tem um recurso curioso: ele faz o celular emitir um som ao ouvir um assobio. Também possui funções para configurar o tempo do alarme e o tipo de som;
  • Lost Android, também para esse sistema operacional, com o qual você pode controlar o celular à distância e, também, apagar conteúdos ou fazer disparos da câmera frontal ou traseira do aparelho;
  • Seek Droid, traz a localização do GPS (ela pode, inclusive, ser ativada à distância no aparelho Android perdido), além de liberar ativação de alarme com mensagens personalizadas;
  • Cerberus antirroubo, tem período de teste grátis e tem funções como fotografia remota, compartilhamento de localização, bloqueio e limpeza de conteúdo do aparelho perdido.

O que fazer para prevenir a perda do celular

Apesar de ter muitas opções para recuperar o aparelho perdido ou roubado, evitar uma situação assim é a melhor medida para não lidar com dores de cabeça que envolvem a perda de um item tão fundamental em nossas vidas. 

Logo, é importante evitar deixar o celular em cima de balcões, ter cuidado com bolso de roupas que sejam rasos (pois o celular pode cair sem você perceber), além de sempre prestar atenção se ele ou outro objeto seu não foi esquecido no banco de carros de aplicativo ou outros transportes.

Além disso, também existem medidas que são eficientes e podem ser tomadas com antecedência para, caso você perca o celular, possa minimizar danos com o uso por parte de pessoas má intencionadas que tenham encontrado (ou mesmo furtado) o seu smartphone.

Uma das primeiras medidas é adicionar o recurso de desbloqueio de tela. O melhor de todos é o desbloqueio por digital. Porém, caso o seu aparelho não possua esta opção, prefira uma senha alfanumérica complexa (com letras maiúsculas, minúsculas, caracteres especiais e números). A senha de desbloqueio padrão do Android, feita por linhas, não é indicada.

Dica: 5 métodos de bloqueio de tela do celular: veja qual escolher

Também vale a pena usar um antivírus confiável no celular. Ele será o responsável por proteger seu dispositivo contra alguns ataques, como acessos forçados via malware, por exemplo. Em tempos nos quais os criminosos tentam acessar o celular por diferentes meios (SMS, WhatsApp e outros), é importante usar um antivírus que ajude a diminuir os riscos desses ataques e também permita localizar um aparelho perdido.

Também é bom configurar o seu celular para que não mostre mensagens que apareçam na tela, nem notificações de outros aplicativos antes do desbloqueio. Dessa maneira, você protege sua privacidade e evita que pessoas mal intencionadas acessem suas conversas ou respondam contatos pessoais.

Também vale adicionar, em aplicativos financeiros, o desbloqueio por digital, assim como em outros aplicativos importantes. Isso porque muita gente deixa o acesso desses aplicativos liberado após o desbloqueio do aparelho. Porém, ao adicionar mais essa camada de desbloqueio nos aplicativos, você dificulta o acesso, caso alguém consiga ultrapassar a tela de bloqueio inicial do smartphone.

Por fim, é importante anotar o número do IMEI do aparelho, que se encontra na caixa do smartphone. No caso de aparelhos iOS, ele aparece no caminho abaixo:

  1. Ajustes;
  2. Geral;
  3. IMEI;

No caso do Android, você confere o IMEI em:

  1. Configurar;
  2. Sobre o telefone;
  3. Informações do IMEI;
  4. Também é possível acessar discando o código *#06*.

Esse número IMEI é fundamental para casos de perda ou mesmo furto/roubo de celular. Veja abaixo como ele é usado no momento após um aparelho ser perdido.

O que fazer após perder o celular

De todo jeito, caso você perca o seu celular, existem medidas que podem ser tomadas para tentar recuperá-lo ou, se preciso for, inutilizar o aparelho para evitar golpes. E assim, reduzir os eventuais danos causados pela perda do smartphone.

Tente rastrear o aparelho

Ao perceber que você está sem o celular, tente as opções de rastreio. Pode ser que você tenha apenas perdido (e alguém pode encontrar e devolver) ou esquecido (e com o recurso de alarme, você consegue encontrar).

Bloqueie e apague dados do celular

Se não conseguir localizar o aparelho, faça o bloqueio pelos recursos que mostramos acima (pelo próprio sistema operacional, pelo antivírus ou apps específicos). Caso entenda que não há mesmo opção de recuperar o smartphone, apague os dados.

Banner Guia do Direito do Consumidor 1

Acione a operadora

Fale com a operadora do celular para fazer o bloqueio da linha e do aparelho. É nesse momento em que você precisa informar o número IMEI do celular, pois com ele a empresa consegue inutilizar o smartphone (tanto o chip quanto o aparelho em si).

Faça o Boletim de Ocorrência

Registre o boletim de ocorrência sobre eventual furto ou roubo do celular. A Polícia Civil permite fazer isso tanto presencialmente, em uma delegacia de polícia, quanto de forma online. No caso de São Paulo, é possível fazer isso na Delegacia Eletrônica.

Acione o seguro do celular

Caso você tenha adquirido o seguro para o celular, é hora de falar com a seguradora para acionar (se estiver previsto na cobertura do seguro) as cláusulas de  roubo ou furto.

Dica: Portabilidade numérica: tudo o que você precisa saber

Aqui, é preciso ter atenção ao contratar o seguro: todos eles cobrem roubos (quando o aparelho é subtraído em um ato de violência), mas no caso de furto simples (quando o celular é retirado sem a vítima perceber), muitas não arcam com a indenização. Também existem apólices que não cobrem a perda do celular

Avise os familiares e amigos

Entre em contato com as pessoas do seu círculo familiar, de amizades e até mesmo profissional para informar a perda ou roubo do smartphone. Assim, todos ficarão cientes do fato e, caso recebam alguma mensagem criminosa a partir do seu número, saberão que não é você.

Troque as senhas

Altere as senhas dos seus aplicativos financeiros, redes sociais, e-mail e quaisquer outros que utilizava no smartphone. Essa é mais uma medida que inibe o uso desses recursos por criminosos, o que aumentaria os danos causados pelo furto ou roubo do celular.

Conheça a PROTESTE

Se você tiver algum problema em relação aos fabricantes ou operadoras após a perda, furto ou roubo de um celular, entre em contato com a PROTESTE, a maior associação de consumidores da América Latina que trabalha para melhorar a relação entre clientes e empresas. 

Por meio do nosso canal Reclame, é possível fazer reclamações gratuitas sobre as empresas que, de alguma forma, prejudicaram seus consumidores. Após descrever a situação e enviá-la para a plataforma, a empresa dará um retorno sobre a situação dentro de alguns dias. Por fim, você pode contar com o apoio do nosso time de especialistas em direitos do consumidor. Acesse o canal Reclame!