Como abrir uma conta em um banco digital e pagar menos

Como abrir uma conta em um banco digital e pagar menos

Abrir uma conta em um banco digital é um procedimento simples e evita qualquer ida a uma agência bancária, além disso as tarifas são muito mais baixas

As contas digitais inundaram o mercado. Com a vantagem de terem menores custos do que as contas correntes tradicionais, esse tipo de conta caiu no gosto da população. Por isso, vamos ensinar como abrir uma conta em um banco digital nas principais instituições que fornecem esse serviço.

Primeiramente é preciso ter um smartphone com acesso à internet. De uma forma geral, todo o procedimento de abertura de uma conta em um banco digital é feito pelo aplicativo da instituição onde se quer abrir a conta. Portanto, você deve baixar um dos aplicativos abaixo na Play Store (Android) ou App Store (iOS) e seguir as instruções.

Nubank

A Nuconta, como é chamada a conta corrente do Nubank, é a mais popular entre as contas digitais. Ela é isenta de tarifas de manutenção e transferências (inclusive TEDs). No entanto, uma das desvantagens é tarifa por saque de R$ 6,50 na rede Banco 24 Horas. Os depósitos na conta são feitos por meio de boletos ou transferências bancárias.

Banco Inter

O Banco Inter é bem mais completo que o Nubank. Oferece serviços mais próximos ao de uma conta corrente comum. Por meio dele, é possível fazer empréstimos, seguros e até mesmo financiamentos imobiliários. A conta não tem custo de manutenção, nem para fazer saques na rede Banco 24 horas. O Banco Inter também tem uma versão de conta para pessoa jurídica.

Neon

A conta digital do Neon é bem semelhante a de seus concorrentes. Além de não haver tarifas, os primeiros serviços realizados no mês (saque, transferência e depósito) são gratuitos. A partir do segundo uso, contudo, há cobrança de taxas.

Original

O Banco Original cobra uma tarifa mensal de R$ 12,90 e dá ao cliente o direito a um pacote de serviços com direito a TEDs, transferências e saques ilimitados na rede Banco 24 Horas. O valor se refere ao primeiro ano de uso dos serviços. A partir do segundo ano, o valor muda. É possível abrir contas pessoa física e jurídica.

+Leia também: Banco digital das Casas Bahia busca clientes sem serviços financeiros

Agibank

Assim como alguns concorrentes, o Agibank não tem tarifas de manutenção. TEDs e saques gratuitos são limitados. E é possível solicitar cartão de crédito com tarifas abaixo do mercado: R$ 4,99/mês.

Vale lembrar que os bancos digitais geralmente não oferecem todos os serviços dos bancos tradicionais. Por exemplo, em algumas instituições não é possível usar a funcionalidade de débito automático. A maior parte das instituições também não oferece serviços de cheque especial. Portanto, antes de migrar para uma conta puramente digital, pesquise bastante sobre as opções do mercado e os serviços oferecidos.

Sabe aqueles momentos que você tem um problema mas não consegue resolver sozinho porque a empresa reclamada não está nem aí? São nesses momentos que a PROTESTE pode intervir e resolver para você! Conte com uma equipe em Defesa dos Consumidores e pare de se estressar!